Tamanho do texto

Resultado reverte três meses seguidos de alta; em relação ao mesmo mês do ano passado, queda é de 1,3%

Após três meses consecutivos de alta , a produção industrial brasileira recuou 2,1% em abril ante março, na série com ajuste sazonal. O resultado, divulgado nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), surpreendeu o mercado – a mediana das projeções apontava alta de 0,3% no mês. 

Em relação a abril de 2010, a atividade recuou 1,3%. Essa é a segunda taxa negativa consecutiva nesta base de comparação e mostra um "perfil generalizado de queda entre os setores e categorias de uso pesquisados".

No acumulado de 12 meses encerrados em abril, a produção apresenta crescimento de 5,4%. No ano, a atividade acumula expansão de 1,6%.