Tamanho do texto

No total, 153,11 mil motos foram produzidas no mês passado, volume que ficou 13,5% abaixo do total de janeiro

A produção nacional de motocicletas recuou 10,5% em fevereiro, em relação a igual período de 2011, informou nesta quarta-feira a Abraciclo, entidade que abriga os fabricantes de veículos duas rodas instalados no Brasil.

No total, 153,11 mil motos foram produzidas no mês passado, volume que ficou 13,5% abaixo do total de janeiro (176,98 mil unidades). Nos dois primeiros meses do ano, 330,09 mil motos foram fabricadas no polo industrial de Manaus, o que representa um recuo de 6,1% na comparação anual.

De acordo com o balanço, as vendas de motos no atacado – da indústria para a concessionária – cederam 9,8% em fevereiro, em relação a igual período de 2011, totalizando 149,02 mil unidades. Na comparação com janeiro, a queda foi de 3,7%.

A entidade atribui o resultado negativo ao Carnaval – que diminuiu o número de dias úteis de venda e produção – e às restrições nas concessões de crédito pelos bancos.

Conforme a associação, o setor mostra baixa mesmo quando se compara as vendas por dia útil do mês passado (7,84 mil unidades) com o volume diário do mesmo período do ano passado (8,26 mil unidades), indicando que o desempenho não se deve apenas ao feriado de Carnaval.

“Acreditamos que esta baixa seja uma resposta do mercado a maior dificuldade do consumidor em conseguir liberação de crédito”, diz, em nota, Roberto Akiyama, presidente da Abraciclo.

O balanço da entidade mostra ainda uma recuperação das exportações de motos, que subiram 76,1% na comparação com o volume de um ano antes, para 8,73 mil unidades em fevereiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.