Tamanho do texto

Sistemas desenvolvidos pela Brainware extraem informações de documentos eletrônicos e em papel

SÃO PAULO – A fabricante americana de equipamentos de impressão Lexmark anunciou a compra da Brainware, que atua no desenvolvimento de software de captura de dados. O acordo será fechado por aproximadamente US$ 148 milhões (R$ 245 milhões) e envolverá ainda a aquisição da BDGB Enterprise, empresa sediada em Luxemburgo e que controla a Brainware, sua subsidiária nos Estados Unidos.

Os sistemas desenvolvidos pela Brainware extraem informações críticas de documentos eletrônicos e em papel, validando esses dados e integrando essas informações aos sistemas de gestão das companhias.

Pouco conhecida por seu apetite por aquisições, a Lexmark vem mudando essa imagem nos últimos dois anos, com o objetivo de ampliar seu campo de atuação e adaptar-se em um cenário de transição do papel para o digital. Nessa direção, a companhia tem investido em novos segmentos, como os serviços e sistemas de gestão de impressão e conteúdo. A principal transação da companhia nesse período foi a compra da também americana Perceptive Software, em maio de 2010, por US$ 280 milhões (R$ 490 milhões).

Com o novo anúncio, que expande o portfólio da Lexmark em tecnologias de gestão de conteúdo, a Brainware será incorporada à divisão da Perceptive Software. O executivo-chefe da companhia, Carl Mergele, se reportará diretamente a Scott Coons, presidente da unidade em questão e vice-presidente da Lexmark.

A Lexmark destacou ainda em comunicado que está executando um programa de recompra de ações no valor de US$ 30 milhões (R$ 52 milhões) nesse primeiro trimestre. No quarto trimestre de 2011, a companhia registrou uma queda de 20,9% em seu lucro líquido, para US$ 69,3 milhões (R$ 121 milhões), em virtude da queda nas vendas de impressoras e do alto custo dos serviços de gestão de impressão.

(Moacir Drska|Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.