Tamanho do texto

Segundo a empresa, não seria bom para o Brasil se o combustível tivesse o preço livre e as cotações variassem todos os dias

selo

O diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje que a estatal não irá alterar sua política de preços da gasolina e do diesel. "Temos mantido a estratégia de trabalhar com preços estáveis no longo prazo e vamos continuar nesta linha", disse ele. Costa afirmou que em países onde a gasolina tem o preço livre, como Estados Unidos e Japão, as cotações variam praticamente todo o dia e este cenário não seria bom para o Brasil.

Ao ser questionado se a Petrobras, ao elevar sua participação na produção de etanol, também não irá se deparar com este cenário de variação de preços do combustível renovável, o executivo disse que esta disparidade entre preço da gasolina regulado e de etanol livre não irá afetar a competitividade do etanol, já que a tendência é de que os custos do etanol caiam de forma significativa.

Leia mais:

- Petrobras Biocombustíveis pretende ampliar produção de etanol
- Gabrielli: Não serão necessárias novas importações de gasolina