Tamanho do texto

Volume das reservas não foi informado; descoberta ocorreu no poço exploratório Gávea

Plataforma da Repsol
Divulgação
Plataforma da Repsol
O consórcio formado pela Repsol, Sinopec, Petrobras e Statoil anunciou na terça-feira que fez a maior descoberta no pré-sal em um poço da bacia de Campos, a 190 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, com petróleo de boa qualidade.

"Esta descoberta é a principal realizada no pré-sal da Bacia de Campos", afirmou a Petrobras em nota.

O volume descoberto, entretanto, não foi informado pelo consórcio.

Até o momento, o chamado Parque das Baleias é o maior reservatório do pré-sal da bacia de Campos, com estimativa de reservas de 3,5 bilhões de barris de petróleo equivalente após a abertura de seis poços, segundo a Petrobras.

Com os primeiros dois poços, as estimativas do Parque das baleias eram de 1,5 a 2 bilhões de boe.

A descoberta da Repsol Sinopec ocorreu no poço exploratório Gávea (1-REPF-11A-RJS), do bloco BM-C-33.

A Repsol Sinopec --uma joint-venture do grupo espanhol Repsol com a petrolífera chinesa Sinopec feita em dezembro de 2010-- é operadora da área, com 35 por cento de participação. A norueguesa Statoil tem outros 35 por cento e a Petrobras tem os 30 por cento restantes.

O poço está sendo perfurado pela sonda Stena DrillMax em lâmina d'água de 2.708 metros, atingindo a profundidade final de 6.851 metros.

A Repsol Sinopec já havia informado em março e em abril a existência de hidrocarbonetos à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

"O consórcio está analisando os resultados obtidos no poço, antes de continuar com o processo de exploração e avaliação da área", informou a Petrobras em nota nesta terça-feira.

A Repsol Sinopec é a companhia estrangeira líder em direitos de exploração nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo, segundo a Petrobras, participando em 16 blocos, dos quais é operadora em seis.

Leia ainda:

- Com pré-sal, Brasil melhora perfil das reservas de petróleo
- Petrobras coloniza Atlântico com cidades flutuantes
- Petróleo irriga a economia de Santos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.