Tamanho do texto

ANP decidiu suspender atividades na P-33, na bacia de Campos, após fiscalização constatar falhas de segurança

selo

A Petrobras divulgou nota nesta noite informando que não foi notificada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre a decisão de suspender as atividades da plataforma P-33, no campo de Marlim, na Bacia de Campos, conforme divulgado no final da tarde.

A Petrobras também afirmou na nota que não tem conhecimento dos dados obtidos pela agência durante a fiscalização na plataforma ocorrida ontem e hoje. A companhia se disse surpreendida pelas informações veiculadas pela imprensa, uma vez que a própria agência reconheceu, em nota distribuída que "uma série de não conformidades, identificadas pela ANP, já foram sanadas".

A Petrobras informou que assim que tomar conhecimento do teor da decisão, se dispõe a imediatamente adotar todas as recomendações técnicas da agência no prazo mais curto possível. Segundo a Petrobras, todos os procedimentos adotados pela empresa atendem às exigências feitas pelos órgãos reguladores como a Marinha do Brasil, ANP, Ibama, entidades classificadoras, entre outros.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.