Tamanho do texto

Nomeação do substituto poderá ser feita na reunião ordinária do Conselho ou a qualquer tempo em reunião extraordinária

selo

A Petrobras ainda não recebeu comunicado oficial do ex-ministro Antônio Palocci pedindo desligamento do Conselho de Administração da companhia. Segundo o estatuto social da companhia o eventual substituto de Palocci deverá ser nomeado pelos conselheiros remanescentes e servirá até a primeira assembleia geral, "na forma prevista no artigo 150 da Lei número 6.494, de 1976."

Ainda conforme a estatal, a nomeação do substituto poderá ser feita na reunião ordinária do Conselho Administrativo ou a qualquer tempo em reunião extraordinária, de acordo com o estatuto. Ontem, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, havia dito que apenas durante a reunião ordinária anual da empresa que acontece em abril é que poderia haver a eleição de um membro do conselho.

Leia mais:

- Palocci renuncia a cargo no conselho da Petrobras
- Palocci sai do governo, mas continua no conselho da Petrobras
- Entenda as denúncias contra Palocci

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.