Tamanho do texto

Estatal também manterá todos os oito conselheiros, entre eles o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que preside o conselho

selo

O ministro Palocci, que foi eleito para o conselho da Petrobras
Agência Estado
O ministro Palocci, que foi eleito para o conselho da Petrobras
O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, foi eleito o mais novo membro do conselho de administração da Petrobras. A nomeação foi aprovada nesta quinta-feira na assembleia geral ordinária da estatal. A companhia deverá divulgar nota ao mercado ainda hoje confirmando oficialmente a escolha.

Palocci substitui Silas Rondeau, ex-ministro de Minas e Energia, que ocupava a cadeira como representante do acionista controlador. Rondeau ocupava o cargo desde abril de 2006. Sua substituição era esperada há anos, já que ele não ocupava mais nenhum cargo no governo e teve seu nome envolvido em escândalos ainda sob investigação.

A assembleia também decidiu manter todos os oito conselheiros, entre eles o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que preside o conselho, o presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, e o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann.