Tamanho do texto

Hélio Rotenberg, presidente da Positivo Informática, assume o grupo

Após 40 anos à frente do grupo paranaense Positivo, o empresário Oriovisto Guimarães passou o comando para Hélio Rotenberg, presidente da Positivo Informática. A transição, antecipada pelo Valor em janeiro de 2010, aconteceu no começo do mês, por meio de um e-mail dirigido aos empregados. Guimarães, que há dois anos doou suas ações para os três filhos, continuará presidindo o conselho de acionistas.

“Ainda tenho bastante coisa para fazer no grupo”, afirmou ele hoje. O empresário foi um dos fundadores do grupo, que começou como um cursinho pré-vestibular em 1972 e agora, além de ensino e informática, tem atuações nas áreas editorial e gráfica, possui 10 mil empregados e fatura cerca de R$ 3,5 bilhões por ano. Questionado se tem planos para executar fora da Positivo, Guimarães, que está com 66 anos de idade, mantém segredo. “Tenho planos, mas não conto”, disse. “Tenho feito exercício e lido livros de filosofia.”

Rotenberg, que ajudou na criação e consolidação da Positivo Informática, a maior empresa do grupo, vai acumular as duas funções. Ele foi escolhido no fim de 2009 como sucessor de Guimarães, que dizia que o processo de transição duraria até cinco anos, mas foi feito em pouco mais de dois. “O Hélio está mais que pronto”, comentou ele, que também é dono da OG Administração, com a qual atua na locação de imóveis. “É minha aposentadoria”, disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.