Tamanho do texto

Resultado foi 39% maior que o obtido no ano fiscal de 2010

Larry Ellison, presidente do conselho da Oracle: fã de iatismo
Getty Images
Larry Ellison, presidente do conselho da Oracle: fã de iatismo
A americana Oracle ganhou US$ 8,547 bilhões no ano fiscal de 2011 (de junho a maio), o que supõe um ganho por ação de US$ 1,67 e uma melhora de 39% em relação ao período anterior. A fabricante de software empresarial anunciou nesta quinta-feira que nesse período ingressou US$ 35,6 bilhões, o que supõe um aumento de 33% em comparação ao ano anterior. Suas despesas operacionais aumentaram também 33% e alcançaram US$ 23,5 bilhões.

Durante o último trimestre fiscal (março-maio), a empresa com sede em Redwood Shores (Califórnia) registrou um ganho de US$ 3,2 bilhões, US$ 0,62 por ação, 36% mais que nos três meses anteriores.

"No último trimestre alcançamos um crescimento de 19% de novas licenças de software quase sem ajuda de aquisições", afirmou a presidente e diretora financeira de Oracle, Safra Catz, ao apresentar os resultados. Em comunicado de imprensa, destacou que esse "forte" aumento combinado com uma "contínua" melhora de sua eficiência operacional permitiu à companhia ter uma margem operacional de 48 % nos últimos três meses.

Informe-se no iG:

Quinto homem mais rico do mundo briga com vizinho por árvore
Larry Ellison, dono da Oracle, fechou acordo para ter a vista desobstruída da baía de San Francisco depois de entrar na Justiça

Clique em iG Tecnologia e acompanhe a cobertura do setor

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.