Tamanho do texto

Teste de formação confirmou vazão potencial de 40 mil barris de óleo por dia

A OGX concluiu a perfuração do primeiro poço horizontal na reserva de Waikiki, localizada no bloco BM-C-39, na Bacia de Campos. Segundo a empresa, o teste de formação confirmou vazão potencial de 40 mil barris por dia de óleo com 23º API.

"As informações obtidas através desse poço confirmam nossas expectativas de uma excelente produtividade para esta área na Bacia de Campos, e vão acelerar o processo de declaração de comercialidade dessa acumulação, além de assegurar a plena execução de nosso plano de negócios", comentou em nota o diretor geral e de exploração da OGX, Paulo Mendonça.

Nos testes realizados nas reservas de Peró e Ingá, no bloco BM-C-40, vizinho ao BM-C-39, o óleo descoberto foi de 26° a 28° API, evidenciando uma província de óleos mais leves que nos blocos mais ao sul, destacou a companhia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.