Tamanho do texto

Empresa planeja investir cerca de US$ 400 milh?es para desenvolver 200 megawatts de energia solar no Deserto do Atacama

selo

A MPX Energia, do empresário Eike Batista, planeja investir cerca de US$ 400 milhões para desenvolver 200 megawatts de energia solar no Deserto do Atacama, no Chile, afirmou o diretor da subsidiária da companhia no país, Pedro Litsek.

A MPX Energia já está desenvolvendo o projeto de energia gerada com carvão Hacienda Castilla no norte do Chile, que terá capacidade instalada de 2.227 megawatts e provavelmente custará em torno de US$ 5 bilhões. "Nós gostaríamos de construir projetos de energia solar no Chile. Os custos de energia solar têm caído consideravelmente", disse Litsek, citando que nos últimos anos essa queda foi de quase a metade.

A MPX Energia, que está trabalhando com a Associação Chilena de Energias Renováveis (Acera, na sigla em espanhol) para encontrar um local adequado, pretende iniciar a construção dos seus projetos de energia solar até 2016. A companhia também está construindo um porto de US$ 300 milhões no norte do Chile, adjacente a Castilla. As informações são da Dow Jones.