Tamanho do texto

Chaleo Yoovidhya elaborou a primeira fórmula da bebida energética

O bilionário tailandês Chaleo Yoovidhya
AP
O bilionário tailandês Chaleo Yoovidhya
O bilionário tailandês Chaleo Yoovidhya, que introduziu no mercado mundial as bebidas energéticas e foi co-fundador da Red Bull, morreu de causas naturais aos 88 anos, neste sábado, em Bangcoc, segundo a TV estatal MCOT.

Chaleo foi classificado neste ano pelo ranking da revista Forbes como o 205º na lista dos mais ricos do mundo, com fortuna calculada em US$ 5 bilhões, o que o coloca como o terceiro bilionário no ranking de seu país. Ele teria 80 anos segundo a Forbes, mas há informações de que teria na verdade 88 anos, pois teria nascido em 17 de agosto de 1923.

Filho de pai chinês e mãe tailandesa, que vendiam frutas e patos para sobreviver, Chaleo começou com uma pequena companhia nos anos 60, a T.C. Pharmaceuticals, e produziu a fórmula da bebida energética que décadas mais tarde seria chamada de Krathing Daeng, ou Red Bull em inglês. A bebida se tornou popular entre motoristas de caminhão e operários, mas era um fenômeno local até Chaleo encontrar o empreendedor austríaco Dietrich Mateschitz. Juntos, modificaram a fórmula inicial e criaram a marca internacional Red Bull.

Lançada em 1987, a Red Bull hoje vende anualmente bilhões de latinhas no mundo inteiro, e Mateschitz and Chaleo dividiam meio a meio a propriedade da companhia. Para o jornal tailandês “Daily Nation”, Chaleo “vai ser lembrado como o gênio dos negócios e do marketing que colocou a bebida energética tailandesa no mapa global.”

Leia mais:  Brasil bate recorde e tem 36 bilionários na lista da Forbes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.