Tamanho do texto

As vendas de automóveis nos EUA melhoraram, de um modo geral, em julho, com as três maiores fabricantes do país - General Motors, Ford e Chrysler - registrando crescimento das vendas em comparação com o mesmo mês do ano passado

selo

As vendas de automóveis nos EUA melhoraram, de um modo geral, em julho, com as três maiores fabricantes do país - General Motors, Ford e Chrysler - registrando crescimento das vendas em comparação com o mesmo mês do ano passado.

A GM informou que vendeu 199.602 veículos leves nos EUA em julho, de 188.156 em julho do ano passado, quando o programa de incentivo "Dinheiro por Sucata" impulsionou as vendas nos últimos dias do mês. As vendas das quatro marcas que a GM mantêm cresceram 25% em julho, lideradas pelos modelos crossover e caminhonetes, para 199.432 veículos, no décimo mês seguido de ganhos ano a ano. Incluindo todas as marcas, as vendas da GM cresceram 5,4%.

Entre as quatro marcas da GM, a Buick e a Cadillac registraram mais que o dobro de vendas, cada uma. As vendas da Chevrolet e da GMC, que são muito maiores, cresceram 12% e 27%, respectivamente.

A Ford registrou aumento de 3,3% nas vendas de veículos leves nos EUA em julho, para 170.208 unidades em comparação com 164.795 há um ano. As vendas totais da Ford cresceram 3,1%, para 170.411 em julho, de 165.279 no mesmo mês do ano passado.

As vendas de varejo da Ford cresceram 5% - sustentadas parcialmente pelo programa "Dinheiro por Sucata", segundo a companhia. As vendas para frotas cresceram 2%, refletindo crescimento das vendas de caminhões para clientes corporativos. As vendas de modelos da marca Ford cresceram 8,1%, enquanto as marcas Lincoln e Mercury registraram quedas de dois dígitos.

A Chrysler, terceira maior montadora dos EUA, registrou crescimento de 5% das vendas, para 93.313 veículos. As vendas de caminhões cresceram 7%, compensando a queda de 2% nas vendas de carros. Foi o quarto mês consecutivo em que a companhia publicou aumento de vendas ano a ano.

A Nissan, terceira maior fabricante japonesa, registrou aumento de 15% nas vendas nos EUA em julho, para 82.337 veículos, seu décimo mês consecutivo de alta, de acordo com o diretor de vendas para América do Norte, Al Castignetti.

A sul-coreana Hyundai anunciou vendas de 54.106 veículos nos EUA em julho, um salto de 19% em relação a julho do ano passado, batendo seu recorde de vendas para o mês. Foi apenas a quarta vez que a Hyundai vendeu mais de 50 mil veículos em um mês nos EUA.

As duas maiores fabricantes japonesas, Toyota e Honda, tiveram queda nas vendas nos EUA em julho. As vendas da Toyota caíram 3,2%, para 169.224 veículos, e a Honda sofreu declínio de 2%, com 112.437 unidades. Ambas registraram vendas menores de carros, mas vendas mais altas de caminhões. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.