Tamanho do texto

Empresa terá rede de concessionárias de carros importados no País, com plano de vendas de 35 mil carros no primeiro ano

A montadora chinesa JAC, representada no Brasil pelo grupo nacional SHC, definiu para 2011 a estreia de sua rede de concessionárias no país, com plano de vendas de 35 mil carros no primeiro ano, todos importados.

Segundo o presidente do grupo SHC, Sergio Habib, o investimento inicial para trazer a marca ao Brasil foi de 200 milhões de dólares, que inclui a abertura, em março de 2011, de 46 concessionárias no país.

O grupo foi responsável por trazer a marca francesa Citroen ao Brasil na década de 1990 e afirma ser o maior revendedor de veículos do país em faturamento, mas Habib não revelou números.

A chegada da JAC ao país ocorre em um momento em que o mercado brasileiro de veículos virou alvo de expansão de marcas asiáticas, como a também chinesa Chery, que anunciou recentemente planos para uma fábrica de 400 milhões de dólares no Brasil, que começará a produzir no final de 2013.

"O mercado brasileiro é gigantesco, é o quarto maior do mundo".

Ao ser questionado sobre a crescente competição no país que tem acompanhado a expansão da economia, Habib disse que "tem espaço para todo mundo".

O grupo SHC, que em agosto deste ano inaugurou a primeira concessionária da marca britânica de luxo Aston Martin no Brasil, lançará pela JAC em março o compacto J3 e o modelo será seguido pelo sedã médio J5 e pela minivan J6.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.