Tamanho do texto

Apesar das críticas, grupo siderúrgico reitera plano de investimentos de US$ 5 bilhões para os próximos anos

O presidente do grupo ArcelorMittal, Lakshmi Mittal, criticou a fragilidade da infraestrutura e os efeitos da valorização do câmbio sobre os investimentos no Brasil. Mesmo assim, o controlador do maior grupo siderúrgico reiterou seu plano de investimento de US$ 5 bilhões no País para os próximos anos.

Oli Scarff/GettyImages
Lakshmi Mittal: Brasil é o lugar mais caro para investimentos de capital
“Uma infraestrutura falha é um risco porque pode reter o potencial de crescimento do Brasil”, disse Mittal, que participou do Congresso Brasileiro do Aço, em São Paulo. De acordo com ele, a valorização do real, fruto da explosão da demanda dos últimos tempos, tem afetado a competitividade da indústria siderúrgica. “O Brasil é o lugar mais caro para investimentos de capital”, afirmou.

A ArcelorMittal continua com seus planos de investimento de US$ 5 bilhões em projetos no Brasil. “Vamos continuar investindo aproveitando o crescimento forte do Brasil”, disse o indiano Mittal.

Nos planos de investimentos, a ArcelorMittal planeja triplicar seu processamento de minério de ferro para 15 milhões de toneladas até 2015, além de ampliar sua produção de aços longos, planos e inoxidável – um dos investimento é uma nova linha que deve duplicar a produção da fábrica de aços longos em João Monlevade, em Minas Gerais.

Mittal faz segredo sobre passos mais específicos. “Não estamos dando mais detalhes mas esse valor foi aprovado pelo conselho de administração para os projetos da empresa no Brasil.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.