Tamanho do texto

Montadora pretende diminuir o número de plataformas de veículos e usar mais partes comuns na fabricação de carros novos

A Mercedes-Benz, marca de carros de luxo da Daimler, planeja cortar mais de 1,5 bilhão de euros em gastos anuais diminuindo o número de plataformas de veículos e usando mais partes comuns entre os segmentos.

Leia : BMW supera Mercedes-Benz na venda de carros de luxo nos EUA

"Esperamos reduzir os custos em mais de 1,5 bilhão de euros (US$ 1,94 bilhão) anualmente. Pretendemos atingir a meta em 2014 ou em 2015 no mais tardar", disse o diretor de pesquisa e desenvolvimento da Mercedes, Thomas Weber, durante entrevista à revista Automobilwoche.

Veja : Ex-presidente da Mercedes é suspeito de desvio de verbas

"Em vez de fazermos cada novo carro a partir do nada, vamos nos focar em três arquiteturas: uma para carros com tração traseira, outra para utilitários esportivos e outra para compactos com tração dianteira", disse Weber na entrevista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.