Tamanho do texto

Heineken foca em emergentes e não comenta oferta pela Foster's

Por David Jones e Sara Webb

AMSTERDÃ (Reuters) - A terceira maior cervejaria do mundo, Heineken, afirmou que seu foco fora da Europa está nos mercados emergentes, em comentário que aparentemente exclui uma contraproposta pela australiana Foster's Group.

"Se você observar nossa estratégia de expansão, temos a Europa como sede. A Europa é um mercado grande, maduro e lucrativo, mas é um mercado muito maduro, então pode-se perceber que a expansão que fazemos fora da Europa está nos mercados emergentes", disse o vice-presidente financeiro da Heineken, Rene Hooft Graafland.

"Fazer um negócio maduro fora dessa base não faz sentido. O melhor é gastar nosso dinheiro nos mercados do México, Brasil ou África, ou Ásia", acrescentou.

Ele se recusou a comentar diretamente sobre qualquer oferta pela cervejaria Foster's, que recebeu proposta de aquisição de 9,5 bilhões de dólares australianos (10,1 bilhões de dólares) em dinheiro e excluindo dívida, da SABMiller. A oferta foi recusada pelo grupo australiano como sendo muito baixa.

Analistas afirmam que a Heineken não tem poder de fogo para fazer uma contraproposta pela Foster's depois da aquisição da Scottish e Newcastle em 2008 e da compra da mexicana FEMSA Cerveza, no ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.