Tamanho do texto

Manifestantes alegam que a companhia não contratou trabalhadores locais suficientes, segundo jornal Gestion

selo

A produção na mina de fosfato Bayovar, no Peru, controlada pela Vale , está paralisada desde segunda-feira por causa de protestos de trabalhadores, de acordo com uma reportagem do jornal Gestion. Segundo o jornal, os manifestantes estão alegando que a companhia não contratou trabalhadores locais suficientes.

"Nós temos uma produção de 8.200 toneladas por dia de fosfato e nós não conseguimos fazer isso porque a rodovia foi bloqueada", afirmou o diretor de operações no projeto, Eduardo Sanchez Caro, de acordo com o jornal. A Vale iniciou as operações do projeto de US$ 565 milhões em julho do ano passado. A companhia afirma que a mina, localizada no Deserto Sechura, tem capacidade de produção de 3,9 milhões de toneladas por ano. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.