Tamanho do texto

Valor encomendado saltou para US$ 201,45 bilhões; crescimento é o dobro do previsto por analistas

As encomendas de bens duráveis cresceram 4,0% em julho ante junho nos EUA, para US$ 201,45 bilhões, depois de terem recuado 1,3% em junho na comparação com maio, informou o Departamento de Comércio do país. O porcentual é o dobro do esperado por analistas.

As encomendas de bens de capital não relacionados com defesa e excluindo aeronaves, uma medida do gasto das empresas com novos equipamentos, no entanto, recuaram 1,5% em julho.

As encomendas de carros saltaram 11,5%, maior alta em oito anos e meio, recuperando-se de um segundo trimestre fraco, prejudicado pelo terremoto e tsunami no Japão.

As encomendas de aviões comerciais avançaram 43,4%. Excluindo apenas o setor de defesa, as encomendas à indústria de bens duráveis aumentaram 4,8% no mês passado, a maior alta desde setembro, depois de recuarem 0,9% em junho.

As encomendas de bens de capital do segmento de defesa, por sua vez, recuaram 7,8%. As remessas das fábricas avançaram 2,5% em julho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas