Tamanho do texto

Contrato de cerca de US$ 180 milhões inclui suporte logístico, treinamento e peças de reposição

A Embraer anunciou hoje a venda de seis aeronaves Super Tucano, turboélice de treinamento avançado e ataque leve, para três países da África. O valor dos contratos, que incluem um pacote de suporte logístico, treinamento e peças de reposição, está estimado em mais de US$ 180 milhões.

Super Tucano acumula até o momento um total de 182 encomendas, das quais 158 já foram entregues
Divulgação
Super Tucano acumula até o momento um total de 182 encomendas, das quais 158 já foram entregues
A informação foi divulgada esta manhã na Feira Internacional do Ar e do Espaço (Fidae), que acontece até o dia 1º de abril, no Aeroporto Internacional Arturo Merino Benítez (SCL), em Santiago, no Chile.

Das unidades que foram compradas, segundo a Embraer, seis foram para a Força Aérea de Angola e outras três para a Força Aérea de Burkina Faso, primeiro operador do Super Tucano na África. O modelo já está sendo utilizado pelo país em operações de vigilância de fronteiras. As três primeiras unidades de Angola serão entregues pela Embraer ao longo este ano.

A empresa não revelou a quantidade de Super Tucano que foram adquiridos pela Força Aérea da Mauritania, que também escolheu o modelo brasileiro para executar missões de contra-insurgência.

Leia mais: Cancelamento de contrato com Embraer é investigado nos EUA

Com os pedidos anunciados hoje, segundo a Embraer, sobe para nove o número de Forças Aéreas que já selecionaram o Super Tucano na América Latina, África e Sudeste Asiático. Destas, seis já estão operando o modelo.

O Super Tucano acumula até o momento um total de 182 encomendas, das quais 158 já foram entregues. Destas, 99 foram para a Força Aérea Brasileira (FAB), detentora do projeto. A Embraer projeta um mercado potencial de US$ 3,5 bilhões para a classe do Super Tucano, algo em torno de 300 aeronaves.

Somente na América Latina, segundo a empresa, o mercado potencial é estimado em 81 aeronaves até 2025, o que representa negócios superiores a US$ 1 bilhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.