Tamanho do texto

Perdas, que somam dois milhões de toneladas de minério de ferro, devem ser compensadas ao longo do ano, afirma diretor da empresa

selo

O diretor executivo de Ferrosos e Estratégia da Vale, José Carlos Martins, afirmou que as chuvas já comprometeram 20% da produção de minério de ferro prevista para janeiro. Mas, segundo ele, as perdas, que somam dois milhões de toneladas até agora, devem ser compensadas ao longo do ano.

Leia mais : Vale declara força maior em embarques de minério

O volume corresponde a 1% da produção anual da mineradora. Martins revelou que os clientes já foram oficialmente informados da decisão da companhia de declarar força maior por conta das fortes chuvas que tem castigado regiões produtoras de minério de ferro no país.

Os clientes mais afetados são os europeus, que estão mais próximos do Brasil. O diretor pondera que os clientes chineses, país que mais compra minério da Vale, serão menos prejudicados pela distância. Segundo ele, os chineses são recebendo agora os navios embarcados há 45 dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas