Tamanho do texto

De acordo com o sindicato, até agora a empresa deixou de fabricar 22.150 veículos Fox, Crossfox e Golf

selo

As chuvas que caíram em toda a região metropolitana de Curitiba nesta quinta-feira fizeram com que o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba adiasse a assembleia que seria realizada na tarde desta quinta-feira, com o objetivo de analisar o possível encerramento da greve na unidade da Volkswagen em São José dos Pinhais.

A paralisação decorrente de não acordo sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) completou 36 dias. No entanto, diretores do sindicato e da empresa estiveram reunidos na tentativa de encontrar uma solução. O sindicato pede R$ 12 mil como PLR, dos quais R$ 6 mil a serem pagos imediatamente.

A Volkswagen, em sua última proposta, apresentou R$ 5,2 mil agora e a discussão da segunda parcela no fim do ano. Além desses valores, o sindicato pretendia também conversar sobre o não desconto de dias parados, ou um pacote envolvendo PLR, data base, reajuste na tabela salarial e abono.

De acordo com a entidade, até agora a empresa deixou de fabricar 22.150 veículos Fox, Crossfox e Golf. Além dos 3,1 mil metalúrgicos da Volkswagen, a greve afeta outros cerca de 20 mil trabalhadores de empresas terceirizadas, fornecedores e distribuidores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.