Tamanho do texto

Huawei e ZTE investirão em centros de pesquisa no País; aportes nas unidades somarão US$ 600 milhões

A presidenta Dilma Rousseff reuniu-se nesta segunda-feira com o presidente da Huawei, Ren Zhengfei, para sacramentar a decisão da gigante chinesa do setor de telecomunicações de investir até US$ 350 milhões em um centro de pesquisa e desenvolvimento, a ser instalado na região de Campinas. Também ficou acertada a doação de computadores para universidades brasileiras. Os equipamentos foram avaliados em US$ 50 milhões.

Hoje, foi divulgada a implantação de um centro semelhante em Hortolândia, desta vez numa iniciativa da concorrente da Huawei, a estatal ZTE. O investimento será de US$ 250 milhões. O protocolo de entendimento foi assinado ao final do encontro bilateral entre a presidenta e o colega chinês, Hu Jintao.

Na sexta-feira ou no sábado, em data ainda a ser confirmada, Dilma deverá encontrar com executivos da ZTE em Xi’an, onde fica a sede da empresa. Ali, a presidenta deve conhecer os famosos guerreiros de terracota.