Tamanho do texto

Possíveis problemas no freio são o motivo da convocação dos veículos; que inclui 5.800 Rolls-Royce

A BMW anunciou nesta sexta-feira o recall de 350 mil veículos em todo o mundo por possíveis problemas no freio que, segundo a maior montadora mundial de automóveis de luxo, ainda não resultaram em acidentes.

"Em alguns veículos o fluído de freio vazou para a parte hidráulica, impedindo o acúmulo de pressão. O motorista percebe o problema quando tem de aplicar maior pressão sobre o freio, que continua funcionando", disse um porta-voz da montadora alemã.

Rolls-Royce, modelo Phantom: empresa convocará todos os 5.800 proprietários para uma inspeção
Getty Images
Rolls-Royce, modelo Phantom: empresa convocará todos os 5.800 proprietários para uma inspeção
O vice-presidente financeiro da BMW, Friedrich Eichiner, disse à Reuters que os reparos não devem exigir grandes esforços técnicos, mas que ainda não há uma estimativa de quanto o recall custará.

O problema, que tende a ocorrer em veículos com alta quilometragem, foi identificado em modelos equipados com motores de 8 e 12 cilindros, populares nos Estados Unidos.

Cerca de 345 mil veículos séries 5, 6 e 7, fabricados desde 2002, estão sendo convocados para o recall mundial. Desse total, quase 200 mil unidades pertencem a residentes nos EUA.

Um porta-voz da marca Rolls-Royce, da BMW, afirmou não ter havido problemas com a família Phantom, que utiliza exclusivamente motores de 12 cilindros. Proprietários de Rolls-Royce costumam ter outros veículos, o que torna a quilometragem do modelo bastante baixa.

Ainda assim, a Rolls-Royce convocará todos os 5.800 proprietários do modelo Phantom para uma inspeção do veículo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.