Tamanho do texto

Serão R$ 600 milhões do BNDESPar, R$ 200 milhões da Gávea e R$ 200 milhões de Eike Batista, além de R$ 369 milhões de minoritários

A assembleia geral da MPX, empresa de energia de Eike Batista, aprovou nesta quarta-feira a emissão de debêntures conversíveis em ações no valor total de até R$ 1,369 bilhão.

A companhia informou que os recursos serão destinados ao reforço da estrutura de capital e ao custeio de parte do programa de investimentos. Isso inclui um sistema integrado de geração de energia e produção de gás natural na bacia do Parnaíba, no Maranhão, além da exploração de carvão térmico na Colômbia. Serão emitidas, em série única, 21.735.744 debêntures, com valor unitário de R$ 63, atualizados pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a partir da data de emissão.

Os papéis vão render juros de 4% ao ano. O vencimento ocorre em junho de 2014. Até lá, as debêntures podem ser convertidas a qualquer momento em novas ações ordinárias, pelo preço fixo de R$ 43 por ação. A conversão somente não pode ser feita em dia de assembleia geral de acionistas.

A capitalização inclui investimento de R$ 600 milhões do BNDESPar, de R$ 200 milhões da Gávea Investimentos e de outros R$ 200 milhões do controlador, Eike Batista. Os R$ 369 milhões restantes podem ser aportados pelos acionistas minoritários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.