Tamanho do texto

Impurezas e agentes contaminantes são eliminados no processo pelos sucateiros ou pelas próprias siderúrgicas e só os metais ferrosos são levados às aciarias

Separada em lotes, a sucata é limpa, compactada, prensada e cortada para facilitar o encaminhamento às siderúrgicas.
Thinkstock Photos
Separada em lotes, a sucata é limpa, compactada, prensada e cortada para facilitar o encaminhamento às siderúrgicas.

O reaproveitamento da sucata do aço pelas siderúrgicas exige uma série de cuidados que garantirão a segurança dos processos produtivos e a qualidade final do novo material. O desafio é eliminar impurezas e agentes contaminantes e só encaminhar materiais ferrosos às aciarias. Para isso é realizada uma seqüência de ações de separação dos materiais.

Normalmente o trabalho de separação de materiais tem inicio nos catadores de resíduos e nas empresas sucateiras. Os primeiros, de forma visual e manual. Os segundos já incorporando equipamentos magnéticos, que separam os materiais ferrosos (ferro e aço) dos não ferrosos e orgânicos.

Saiba mais:  Brasil recicla 10 milhões de toneladas de aço por ano

Metais não ferrosos como o alumínio, comum em latas de bebidas, cobre, bronze, estanho e latão são despachados pelos sucateiros para as empresas de reciclagem desses insumos.

As empresas sucateiras mais estruturadas são dotadas de eletroímãs capazes de retirar 90% do metal ferroso do meio de materiais recicláveis diversos. A sucata é limpa e separada em lotes de acordo com seu grau de pureza. Esses lotes serão compactados, prensados e cortados para facilitar o encaminhamento às siderúrgicas. Peças graúdas, porém, podem ser encaminhadas soltas. Quanto mais fragmentada a sucata de acordo com seu grau de pureza, mais valorizada ela é.

Os materiais mais nocivos à segurança do processo produtivo são resíduos químicos, radioativos, combustíveis, óleos e graxas impregnadas no aço.

Materiais provenientes, por exemplo, de extintores de incêndio, botijões de gás, compressores e motores só podem ser reaproveitados depois de
devidamente tratados.