Tamanho do texto

Apesar do desempenho ruim no período, Fenabrave aponta para recuperação em março, com alta de 26,73% na comparação com desempenho de fevereiro

Dados da Fenabrave, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, divulgados nesta quarta-feira (1º) mostram que as vendas de carros tiveram uma recuperação em março na comparação com o mês anterior. O desempenho foi 26,73% melhor, aponta a entidade. Já no acumulado entre janeiro e março, mostra a entidade, houve uma desaceleração nas vendas de 15,96% quando se compara igual a soma do primeiro trimestre de 2014.

Leia tambémGoverno apresentará resposta a pedido da Anfavea em 30 dias

Ainda segundo a Fenabrave, no primeiro trimestre a participação do segmento autos no total de veículos vendidos no Brasil (incluindo, por exemplo, caminhões, ônibus, motos e máquinas agrícolas) teve uma pequena queda, de 53,3% (2014) para 52,7% (2015).

Em março, a liderança no segmento autos ficou com a GM (16,31%), seguida pela Fiat (14,86%) e a Volkswagen (14,35%).

Leia também:

Dilma se encontra com representante de montadoras e ouve queixas do setor

Também nesta quarta-feira (1º), Luiz Moan, presidente da Anfavea, que representa as montadoras, esteve em Brasília para uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e alguns ministros. Foram apresentados números da indústria, que desde janeiro perdeu o benefício da desoneração fiscal. Em decorrência da queda nas vendas, as empresas têm adotado programas de redução de jornada e de férias coletivas.

O governo prometeu dar uma resposta para as montadoras em 30 dias. Mas o ministro Aloízio Mercadante, da Casa Civil, mandou um recado em entrevista coletiva ao dizer que "o governo foi longe demais nas desonerações fiscais". Ou seja, desta vez o setor pode ter de recorrer a outros mecanismos para minimizar a queda nas vendas.

Confira os 40 modelos de carros mais vendidos em março, segundo a Fenabrave:






    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.