Tamanho do texto

Preços recuaram 0,3% em janeiro na comparação com dezembro. Custo com energia caiu 1,4% no período

Reuters

Uma forte queda nos custos de energia levaram a um recuo mais forte do que o esperado nos preços ao produtor da zona do euro em janeiro, de acordo com dados divulgados nesta terça (4), destacando os riscos deflacionários antes da reunião de política do Banco Central Europeu na quinta-feira.

Leia também: Inflação na zona do euro em janeiro tem maior queda mensal  da história

Dados levam em consideração preços nos portões das fábricas nos 18 países que compartilham a moeda única
AP
Dados levam em consideração preços nos portões das fábricas nos 18 países que compartilham a moeda única

Os preços nos portões das fábricas nos 18 países que compartilham a moeda única recuaram 0,3% em janeiro na comparação com dezembro devido principalmente à queda de 1,4% nos custos da energia, informou a agência de estatísticas da UE, Eurostat.

Analistas consultados esperavam que os preços recuassem 0,1% na comparação mensal.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, os preços ao produtor caíram 1,4% ante expectativa de queda de 1,3%, o maior recuo desde dezembro de 2009, quando caíram 3%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.