Tamanho do texto

Parlamento do país, que precisa aprovar os termos de financiamento do projeto em Oyu Tolgoi, está atualmente em recesso de verão

Agência Estado

A Rio Tinto anunciou nesta segunda-feira (29) que foi notificada pelo governo da Mongólia de que os termos de financiamento do projeto da mina subterrânea em Oyu Tolgoi terão de ser aprovados pelo Parlamento do país, que está atualmente em recesso de verão. Desta maneira, a mineradora anunciou que o projeto foi adiado temporariamente.

Veja também: Alemã Trimet compra unidades da Rio Tinto na França ameaçadas de fechar

A companhia afirmou, porém, que continua empenhada em trabalhar com o governo da Mongólia para assegurar o financiamento do projeto. Além disso, a Rio Tinto focará a gestão segura, eficiente e de baixo custo com o objetivo de proporcionar benefícios para todos os interessados na mina subterrânea. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.