Tamanho do texto

Previsões mais recentes mostraram que o crescimento da produção de petróleo de xisto nos EUA afetará a demanda pelo petróleo produzindo pela organização

Agência Estado

Opep poderá ser forçada a reduzir sua produção de petróleo em meio milhão de barris por dia
Thinkstock/Getty Images
Opep poderá ser forçada a reduzir sua produção de petróleo em meio milhão de barris por dia

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) poderá ser forçada a reduzir sua produção de petróleo em meio milhão de barris por dia quando se reunir em dezembro, no primeiro corte em cinco anos, depois que as previsões mais recentes mostraram que o crescimento da produção de petróleo de xisto nos EUA afetará a demanda pelo petróleo produzindo pela organização no próximo ano, disseram delegados do Golfo da instituição.

Veja também: Brasil alcança superávit com ajuda do petróleo e fim de acordo com Argentina

Os mercados de petróleo estão cheios de barris novos provenientes dos reservatórios de xisto dos EUA, e as previsões separadas da Opep e da Agência Internacional de Energia (AIE) na semana passada mostraram que a demanda por petróleo da organização no próximo ano vai cair bem abaixo de sua produção atual de cerca de 30 milhões de barris por dia.

Veja também: Petróleo impõe revés ao comércio entre Brasil e Estados Unidos

"Com base no que a previsão mostra, nós teremos um corte", afirmou um delegado de um país do Golfo Pérsico que costumava se opor a cortes de produção no passado recente. Um corte de cerca de 500 mil barris por dia deverá ser debatido na reunião de dezembro, disse um outro delegado da Opep da região do Golfo. Fonte: Dow Jones Newswires.