Tamanho do texto

Índice atingiu 103,7 pontos. É a menor pontuação desde julho de 2012

Agência Estado

Nível de Utilização da Capacidade Instalada da indústria permaneceu em 84,6% entre maio e junho
AE/THALES STADLER
Nível de Utilização da Capacidade Instalada da indústria permaneceu em 84,6% entre maio e junho

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da Sondagem da Indústria apontou queda de 1,2% em junho em relação ao resultado de maio, atingindo 103,7 pontos, voltando a ficar abaixo da média histórica recente de 104 pontos. Essa é a menor pontuação desde julho de 2012, segundo os dados divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quarta-feira (19).

A prévia de junho mostra que o Índice da Situação Atual (ISA) cedeu 1% ante a prévia de maio, para 104,6 pontos, abaixo da média histórica recente de 105,1 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE) caiu 1,3%, para 102,8 pontos.

Veja também: Tarifas de ônibus responderam por 83% da inflação em São Paulo

Nuci

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria ficou estável na passagem de maio para junho, permanecendo em 84,6%. O resultado repetiu o indicador de maio e representa o maior nível desde janeiro de 2011, quando o indicador ficou em 84,7%. A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrangiu a consulta a 811 empresas entre os dias 03 e 14 de junho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.