Tamanho do texto

O resultado foi impulsionado pela demanda na China e dos Estados Unidos

Reuters

Linha de montagem da fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo
Divulgação/Volkswagen
Linha de montagem da fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo

A montadora alemã Volkswagen afirmou nesta sexta-feira que as vendas do grupo subiram 6,9% em maio para 816.500 veículos, impulsionadas pela demanda na China e nos Estados Unidos.

As entregas nos cinco primeiros meses do ano das marcas do grupo, incluindo a Audi, voltada para o mercado de luxo, e a fabricante tcheca Skoda, avançaram 5,9%, para 3,87 milhões de unidades, disse a companhia baseada em Wolfsburg.

Veja também: Vendas da marca Volkswagen sobem 5,5% em maio

As vendas recuaram na maioria das regiões, como na Europa, Rússia e América do Sul, ao passo que o crescimento de dois dígitos na China e nos Estados Unidos, os dois maiores mercados de automóveis do mundo, ajudaram o grupo a garantir o avanço de 5,9% na comparação anual.

"A evolução dos mercados em todo o mundo permanece desigual e é caracterizada pela permanência da incerteza econômica, sobretudo na Europa Ocidental", disse o diretor de vendas da VW, Christian Klingler.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.