Tamanho do texto

Os destaques foram os Estados de Minas Gerais (2,8%), Bahia (2,5%) e Pernambuco (2,3%)

Agência Estado

A produção industrial avançou em nove dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de março para abril. Os destaques foram Minas Gerais (2,8%), Bahia (2,5%) e Pernambuco (2,3%).

A Região Nordeste (1,2%), São Paulo (1,0%), Espírito Santo (0,7%), Santa Catarina (0,2%), Rio Grande do Sul (0,2%) e Paraná (0,1%) completaram o conjunto de locais com taxas positivas, porém menos intensas do que a média nacional (1,8%). O Ceará ficou estável pelo segundo mês consecutivo.

Em sentido oposto, apresentaram taxas negativas o Pará (-1,4%), Goiás (-1,2%), Rio de Janeiro (-0,4%) e Amazonas (-0,4%).

Na comparação com abril de 2012, 12 dos 14 locais pesquisados apresentaram expansão na produção industrial, o que foi classificado como "perfil disseminado de resultados positivos".

Os destaque foram a Bahia (13,5%), o Rio Grande do Sul (11,2%) e São Paulo (10,7%). Os dois únicos resultados negativos foram registrados no Pará (-16,2%) e Espírito Santo (-8,0%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.