Tamanho do texto

Petrolífera russa informou que empréstimos levantados junto a bancos do Ocidente serão suficientes para pagar pelos 50% da TNK-BP que está comprando da BP por US$ 27 bilhões

Reuters

A petrolífera russa Rosneft levantou US$ 16,8 bilhões em empréstimos bancários e assinou acordos de fornecimento de longo prazo com duas grandes operadoras de petróleo avaliados em até US$ 50 bilhões.

A companhia estatal russa informou nesta segunda-feira que os empréstimos levantados junto a bancos do Ocidente serão suficientes para pagar pelos 50% da TNK-BP que está comprando da BP por US$ 27 bilhões em dinheiro e ações.

MaisBP e Rosneft preparam acordo de mais de US$25 bihões envolvendo TNK-BP

A Rosneft acertou acordo para pagar um total de 55 bilhões de dólares para comprar a TNK-BP, terceira maior petrolífera da Rússia, em um acordo que criará a maior petrolífera do mundo com ações em bolsa. A empresa terá produção de óleo e gás equivalente a 4,6 milhões de barris por dia.

Em um segundo comunicado, a Rosneft informou que acertou termos de contratos de longo prazo de fornecimento de petróleo, com pré-pagamento, com as traders internacionais Glencore e Vitol.

TambémRosneft pagará R$ 1,7 bilhão para explorar petróleo na Venezuela

Assumindo que todo o volume acertado seja entregue, a Rosneft vai fornecer às traders cerca de 270 mil barris de petróleo por dia. A preços cotados em média a US$ 100 o barril, os contratos devem ser avaliados em cerca de US$ 50 bilhões.

Na segunda perna da aquisição da TNK-BP, que ainda precisa de financiamento, a Rosneft aceitou pagar US$ 28 bilhões em dinheiro ao consórcio AAR, que representa os bilionários Mikhail Fridman, German Khan, Viktor Vekselberg e Len Blavatnik.

A expectativa é que a transação seja concluída no primeiro semestre de 2013, informou a Rosneft. A empresa afirmou ainda que os bancos envolvidos incluem Bank of America Merrill Lynch, Barclays Bank, BNP Paribas, BTMU, Citibank, Crédit Agricole, ING Bank, Intesa Sanpaolo Banking Group, J.P. Morgan, Mizuho Corporate Bank, Natixis, Nordea Bank, SMBC, Société Générale e Unicredit.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.