Tamanho do texto

Montadora comprará de volta 200 milhões de ações em poder do governo desde resgate de US$ 50 bilhões usados na reestruturação de 2009

Reuters

A General Motors vai comprar de volta 200 milhões de ações que estão em poder do Tesouro dos Estados Unidos, que pretende vender a participação remanescente em até 15 meses, informou nesta quarta-feira a montadora.

- GM promove mais uma mudança de comando na operação brasileira

O vice-presidente financeiro da GM, Dan Ammann, afirmou que a GM vai pagar US$ 5,5 bilhões ao Tesouro, ou US$ 27,50

por ação, em negócio que devem acertar até o fim do ano.

O Tesouro disse que vai vender a participação de 300,1 milhões de ações nos próximos 12 a 15 meses, "por meio de várias maneiras".

A GM recebeu quase 50 bilhões de dólares do Tesouro como parte da reestruturação em 2009. O governo resgatou a GM e a Chrysler para poupar mais de 1 milhão de postos de trabalho.

Ammann disse que a decisão do Tesouro vai tirar um "peso" sobre as ações que prejudicou as operações com os papéis.

(Por Ben Klayman)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.