Tamanho do texto

Começamos a fazer repasse para neutralizar, ou mitigar, esse aumento de grãos, disse o vice-presidente de Finanças da empresa, Leopoldo Saboya

Reuters

A Brasil Foods, líder nas exportações globais de carne de frango, conseguiu compensar integralmente no quarto trimestre a alta nos custos de produção, puxada pelas elevadas cotações dos grãos, com o aumento dos preços aos consumidores, disse nesta quarta-feira o vice-presidente de Finanças da empresa, Leopoldo Saboya.

O principal movimento de subida do milho e do farelo de soja, segundo Saboya, aconteceu em meados do ano e por isso o aumento efetivo do preço das carnes ao consumidor foi registrado ao longo do segundo semestre.

"Já veio no terceiro trimestre e virá ainda no quatro trimestre... Já começamos a fazer repasse para neutralizar, ou mitigar, esse aumento (de grãos)", disse o executivo, durante conversa com jornalistas, em São Paulo.

Os custos foram repassados para clientes no Brasil e no exterior, disse Saboya.

"Entramos 2013 com o preço dos produtos em seu ponto mais elevado, talvez o mais alto, historicamente, da companhia."

Para o ano que começa, o repasse de custos no preço ao consumidor só deverá ocorrer se houver nova alta na matéria-prima das rações.

Em relação ao câmbio, o executivo disse que uma cotação estável e acima de R$ 2, dentro da atual faixa, é o melhor cenários para BRF.

O lucro líquido da empresa caiu 75% no terceiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2011, com o resultado sendo pressionado pelo aumento dos custos.

(Reportagem de Fabíola Gomes; Texto de Laiz Souza)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.