Tamanho do texto

Plano não inclui demissões e considera, inicialmente, economia na contratação de fornecedores, segundo publicação alemã

Reuters

FRANKFURT - A ThyssenKrupp, maior fabricante alemã de aço, planeja cortar 2 bilhões de euros (cerca de US$ 2,59 bilhões) em custos nos próximos três anos, noticiou neste sábado um jornal alemão, citando fontes da companhia.

O plano não inclui muitas demissões e inicialmente considera economia na contratação de serviços, segundo o Sueddeutsche Zeitung.

Segundo a matéria, o presidente-executivo Heinrich Hiesinger planeja investir quase 2 bilhões de euros no próximo ano, principalmente em pesquisa e desenvolvimento nas divisões de elevadores, plantas industriais e equipamentos marítimos. Um porta-voz da companhia se negou a comentar o assunto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.