Tamanho do texto

A equiparação é a principal reivindicação dos 55 mil operários das obras da Refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica Suape, em PE, que entraram em greve no dia 30

Agência Estado

O Sintepav-PE entrou ontem com uma ação de cumprimento de cláusula coletiva na Vara do Trabalho de Ipojuca, exigindo a equiparação salarial entre as empresas dos consórcios responsáveis pelas obras da Refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica Suape. A equiparação é a principal reivindicação dos 55 mil operários que entraram em greve no dia 30 e decidiram manter o movimento mesmo depois de considerado ilegal pelo TRT da 6ª Região. 

Leia também:  Greve de trabalhadores em Suape é julgada ilegal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.