Tamanho do texto

Unidade recém-inaugurada em Piracicaba deve alcançar a produção de 150 mil carros/ano até o fim de 2013

Diante do sucesso do primeiro hatch produzido no Brasil pela coreana Hyundai, o HB20, a montadora já prevê a instalação do terceiro turno de produção na unidade recém-inaugurada na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo. Lá a empresa poderá produzir 150 mil carros por ano, marca que deve ser alcançada já no final de 2013.

Hyundai espera vender 50 mil HB20 este ano
Reprodução
Hyundai espera vender 50 mil HB20 este ano

“Nossa programação é de uma produção de 26 mil carros este ano. A fábrica entrou em operação no dia 20 de setembro e cinco dias depois já iniciamos o segundo turno de produção”, disse o diretor comercial da Huyndai, Young Gil Hyun. Segundo ele, nesse ano, a marca vai comercializar 50 mil unidades do HB20.

Leia tudo sobre Carros

Na cerimônia de inauguração da fábrica, o presidente mundial da Hyundai, Chun Mong_Koo, disse que a unidade brasileira irá estreitar a relação da companhia com o país, pois o Brasil é um dos mercados mais importantes para a montadora. “Como diz um ditado brasileiro: o vinho quanto mais velho melhor, vamos fincar estacas no país e fazer daqui um dos nossos maiores mercados”, disse.

Leia:  HB20 completa um mês de vendas com lista de espera

A fábrica recebeu investimentos da ordem de US$ 700 milhões, US$ 100 milhões gastos na fase final do projeto, incluindo no montante o início do segundo turno de produção.

Segundo o diretor geral da fábrica, Eugênio Cesare, a unidade está programada para a produção de 34 carros por hora e com o adicional no turno de trabalho isso poderá chegar a cerca de 40 modelos/hora.

“Os planos de expansão já estavam previstos desde o início do projeto, mas o que ocorreu foi uma procura maior nas concessionárias e isso nos fez adiantar o início do segundo turno de produção. O novo intervalo de trabalho estava previsto para começar no início de 2013”.

Em Piracicaba, a montadora vai produzir além da versão hatch do HB20, um sedã e um crossover. Os dois serão lançados no primeiro semestre de 2013 e a previsão é que as vendas alcancem os números do HB20.

Saiba mais:  Hyundai HB20 é o Carro do Ano 2013

Para isso, a marca está estruturando a sua rede de concessionários. Hoje, a Hyundai Motors do Brasil tem 120 lojas espalhadas pelo Brasil e até o final do ano a empresa terá 200 lojas. Dessas concessionárias, 30 são do Grupo Caoa, até então, o representante da marca no país.

O presidente do grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira, disse que a Hyundai optou por separar a rede de concessionárias em carros de luxo e populares em todo o mundo. “Isso não é um caso isolado no Brasil.”

Hoje, as revendas Hyundai Caoa somam 125 lojas e a expectativa é que até o final deste ano somem 150 concessionárias sob o seu comando. “As vendas estão muito bem, tanto dos carros de luxo da Hyundai como do HB20”, ressaltou.

Oliveira, que também comanda uma unidade industrial da Hyundai no país, afirmou que está investindo US$ 300 milhões em uma nova linha de produção na fábrica que mantém em Anápolis, Goiás. Os recursos, segundo o executivo, foram necessários para a adaptação da fábrica na transferência de linha do Tucson para o IX35.

Assim como a Hyundai Motors do Brasil, em Piracicaba, a Hyundai Caoa já enviou ao governo brasileiro os documentos necessários para conseguir a habilitação para produção e assim fugir da cobrança dos 30 pontos percentuais no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Segundo Oliveira, a Caoa já entregou e aguarda o enquadramento da fábrica dentro do novo regime automotivo. Em Anápolis, segundo ele, os veículos que são produzidos lá tem em torno de 70% de peças nacionais, índice próximo do obtido em Piracicaba pela Hyundai Motors do Brasil. Na fábrica paulista, os carros da marca tem cerca de 75% de nacionalização.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.