Tamanho do texto

Seis pontos de roubo foram confirmados até agora, dos quais três foram reparados, informou a companhia anglo-holandesa em comunicado

Reuters

A Shell fechou um oleoduto na Nigéria no dia 31 de outubro por danos causados por ladrões, interrompendo uma produção de 25.000 barris por dia (bpd), disse a empresa anglo-holandesa neste domingo.

VejaLucro da Shell fica acima das previsões, mas produção sofre

"(Shell) fechou o oleoduto do Rio Imo, em suas operações orientais, depois que encontrou vários pontos de roubo de petróleo", disse um comunicado enviado por e-mail da unidade nigeriana da Shell.

"Seis pontos de roubo foram confirmados até agora na linha de 12 polegadas, dos quais três foram reparados."