Tamanho do texto

A produção da estatal será crescente devido ao menor número de paradas programadas e à operação de novas plataformas como Cidade de Anchieta

Agência Estado

A produção de outubro da Petrobras deve ficar em cerca de 1,941 milhão de barris de óleo por dia e confirmar o número previsto no fim do mês passado. A afirmação foi feita nesta terça-feira pelo diretor de Exploração e Produção da companhia, José Formigli. Segundo ele, a produção será crescente até o fim do ano, revertendo a queda registrada desde junho.

Formigli disse que o aumento da produção em novembro e dezembro será possível graças a um número menor de paradas programadas e à entrada em operação de novas unidades, como Cidade de Anchieta, lançada oficialmente nesta terça-feira no Campo de Baleia Azul, Bacia de Campos (ES). Segundo Formigli, a produção da Petrobras no pré-sal hoje é de 205 mil barris de óleo por dia, cerca de 10% da produção total da empresa. 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informa que houve uma queda de 200 mil barris/dia na produção em Campos entre janeiro e agosto deste ano.  "Ainda temos muita coisa na Bacia de Campos pela frente", disse Formigli. Ele informou ainda que segue inalterada a previsão de produção em torno de 2 milhões de barris de óleo por dia em 2012 e 2013.

Já a produção no campo de Baleia Azul, iniciada em setembro, soma atualmente 65 mil barris por dia, disse a presidente da estatal, Maria das Graças Foster. Com a produção em Baleia Azul a Petrobras espera alavancar sua produção total de petróleo no país, que vem caindo em 2012 e atingiu em setembro o menor volume desde abril de 2008. Paradas para manutenção em algumas plataformas, iniciadas em agosto, foram as principais causas da queda de produção da estatal.

*Com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.