Tamanho do texto

Fabricante de rolamentos automotivos inaugura linha para veículos pesados e deve exportar para o mercado chinês

Depois de chegar a uma produção de 200 milhões de rolamentos para carros, a sueca SKF vai entrar no segmento de veículos pesados no país. A companhia abrirá uma linha de produção em sua fábrica de Cajamar, na região metropolitana de São Paulo, destinada a equipamentos para caminhões e ônibus. Nessa nova empreitada foram investidos R$ 9,2 milhões.

“Abastecíamos o mercado brasileiro com peças importadas da Alemanha, França, Polônia e Índia. Agora, há a possibilidade de exportarmos para a China esse tipo de rolamento a partir do Brasil”, disse o diretor de vendas automotivas da SKF do Brasil, Murilo Fonseca.

A nova linha de produção terá capacidade instalada de 1,8 milhão de rolamentos por ano e, pela estimativas da empresa, em 2013 serão produzidos 60% desse volume. “Em 2014, chegaremos a 80% de utilização da capacidade instalada. Isso somente com a demanda do mercado brasileiro. A partir dai, podemos já pensar na expansão dessa linha”, disse Fonseca.

A fábrica está construída em uma área de 80 mil metros quadrados e segundo o executivo, já está preparada para uma eventual expansão da produção. “Acredito que vamos chegar aos 60% da capacidade bem antes do planejado.”

O mercado de caminhões e ônibus no Brasil sofreu uma grande queda nas vendas este ano em função da introdução da nova legislação de emissões, a Euro V. Este ano, as montadoras deverão vender cerca de 140 mil unidades de caminhões e outros 20 mil ônibus. Em 2011, o mercado acumulou vendas de 170 mil caminhões e 30 mil ônibus, o melhor ano desde o início da produção de veículos comerciais no país.

Apesar do mercado ruim este ano, em 2013 haverá uma retomada com as vendas girando em torno de 160 mil caminhões. “Temos que nos preparar para atender a demanda das montadoras locais. Isso mostra a aposta do Grupo no país. Para se ter uma ideia, nos últimos três anos, a SKF investiu R$ 30 milhões na linha de rolamentos automotivos no Brasil”, afirmou o executivo.

Em 2011, a companhia produziu 29,6 milhões de rolamentos para atender todos os seus mercados. E este ano deve chegar à marca de 32 milhões de rolamentos produzidos. Além disso, a SKF bateu recorde de produção mensal em maio deste ano com 3,1 milhões de rolamentos fabricados por aqui, a melhor marca registrada até hoje pela unidade. Segundo a companhia, no mês de agosto, a produção registrou alta de 11,5% em relação a julho. Nos oito primeiros meses do ano a fábrica já soma mais de 800 mil peças produzidas, 77% acima do registrado no mesmo período do ano passado.

O grupo sueco SKF é líder mundial nas plataformas de rolamentos, vedações, sistemas de lubrificação, mecatrônica e serviços na área de confiabilidade em manutenção industrial. No ano passado, o faturamento chegou a US$ 9,5 bilhões gerados pelas mais de 120 fábricas espalhadas por 100 países.

A companhia chegou ao Brasil em 1915, oito anos depois de sua fundação na Suécia. No ano passado, a receita gerada pela operação chegou a R$ 800 milhões e representou 6% do faturamento global do grupo.

Leia mais notícias de economia, política e negócios no jornal Brasil Econômico

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.