Tamanho do texto

Fabricante de armas dos EUA vê resultado avançar 11% em razão de gastos do governo

Reuters

Versão do caça F-35 da Marinha dos EUA
Getty Images
Versão do caça F-35 da Marinha dos EUA

A Lockheed Martin, maior fabricante de armamentos dos Estados Unidos, divulgou nesta quarta-feira uma alta de 11% no lucro do terceiro trimestre, superando expectativas, e elevou sua previsão para o fechado do ano.

A Lockheed, que produz os caças F-35 de última geração, alertou que a receita deve ter leve queda em 2013, prejudicada por uma redução de um dígito nas vendas de seu negócio de sistemas de informação e soluções globais.

A empresa elevou sua previsão de lucro para 2012 para uma faixa de 8,20 a 8,40 dólares por ação, ante perspectiva anterior de 7,90 a 8,10 dólares por ação.

O lucro líquido da companhia de defesa cresceu para 2,21 dólares por ação no terceiro trimestre, ante 1,99 dólar na comparação anual. Analistas esperavam lucro para o terceiro trimestre de 1,85 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita caiu 2%, a 11,87 bilhões de dólares, ante expectativa do mercado de 11,17 bilhões de dólares.

A Lockheed, que recebe mais de 80% de sua receita do governo dos EUA, disse que sua previsão preliminar para 2013 considera que o Congresso norte-americano e a Casa Branca voltarão atrás na decisão de cortar 500 bilhões de dólares adicionais em gastos com defesa, em janeiro.

Se o corte acontecer, isso terá forte efeito sobre os resultados, segundo a empresa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.