Tamanho do texto

Refinaria passa por processo de desapropriação por parte do governo do Estado do Rio de Janeiro, que afirma que o combustível refinado em Manguinhos é de baixa qualidade

Agência Estado

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) afirmou que está acompanhando o processo de desapropriação da refinaria de Manguinhos pelo governo do Estado do Rio de Janeiro. A agência fará uma reunião de diretoria nesta quarta-feira (24) para debater a questão, contou Allan Kardec, diretor da ANP.

Veja maisAumento de etanol na gasolina será até junho, diz ANP

"A ANP está acompanhando todo esse processo. Já recebemos o decreto por parte do governador Sérgio Cabral. Nós teremos amanhã reunião de diretoria e vamos certamente discutir esse assunto", afirmou Kardec. O governador do Rio argumenta que o combustível refinado em Manguinhos é de baixa qualidade.

Mas a ANP diz que vinha monitorando a qualidade do combustível refinado no local. "Nós fizemos 49 fiscalizações no grupo Manguinhos só nos últimos 22 meses. Foram 2,2 (fiscalizações) por mês. Estamos certamente atentos e os números estão disponíveis para vocês", declarou Kardec, que não comentou os resultados das fiscalizações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas