Tamanho do texto

Montadora ratificaria Dieter Zetsche no comando, mas ainda enfrenta pressão na disputa com Audi e BMW e lucros menores por conta da crise na Europa e a desaceleração na China

Reuters

A fabricante de automóveis e caminhões Daimler deve estender o contrato do presidente-executivo da empresa Dieter Zetsche por três anos até 2016, informou uma fonte da companhia familiar com o assunto.

"Esse tema deve ser discutido primeiro pela diretoria de supervisão assim que o último ano do contrado começar, ou seja, em janeiro no mínimo", afirmou a fonte. "Mas isso não será um problema", acrescentou.

A Daimler negou-se a comentar a informação.

A revista alemã Der Spiegel havia informado que a diretoria de supervisão iria decidir sobre a extensão do contrato na reunião de fevereiro.

Investidores tem demonstrado cada vez mais preocupação com a incapacidade de a Daimler melhorar a competitividade em relação aos rivais Audi e BMW.

A Daimler advertiu que o lucro diminuirá no segmento dos automóveis da marca Mercedes-Benz devido à problemas no mercado da Europa e China.