Tamanho do texto

Remuneração acontecerá caso presidente executivo fique sem cargo na empresa resultante da união com a Glencore

Agência Estado

O presidente executivo da mineradora Xstrata, Mick Davis, poderia receber um pagamento de cerca de 38 milhões de libras esterlinas (US$ 60,8 milhões) se a última proposta de fusão com a Glencore for aceita, informou o jornal Sunday Telegraph. De acordo com o jornal, Davis deve receber remuneração de pelo menos 8 milhões de libras esterlinas e poderia ainda ganhar recursos de ações da companhia da ordem de 30 milhões de libras esterlinas, se a negociação, que teve novos desdobramentos na sexta-feira, for em frente e ele acabe ficando sem cargo. Executivos da Xstrata e da Glencore não quiseram comentar o assunto.

A proposta de "fusão de iguais" entre a Glencore e a Xstrata teve uma reviravolta na sexta-feira, quando a Glencore submeteu uma nova oferta de US$ 36 bilhões pela Xstrata. A proposta revisada também prevê que o executivo-chefe da Glencore, Ivan Glasenberg, torne-se executivo-chefe da companhia combinada. Sob a proposta anterior, Glasenberg seria vice executivo-chefe e Davis se tornaria o CEO. As informações são da Dow Jones.