Tamanho do texto

Empresa taiwanesa demite 100 funcionários que compunham a operação no País

HTC One X é um dos mais recentes lançamentos da fabricante taiwanesa de celulares
Getty Images
HTC One X é um dos mais recentes lançamentos da fabricante taiwanesa de celulares

Depois de ensaiar uma retomada em seus negócios no País, a fabricante taiwanesa de celulares HTC fechou seu escritório local, demitindo seus funcionários. A operação da HTC era composta por cerca de 100 pessoas, sendo aproximadamente 30 no escritório em São Paulo.

O restante, profissionais terceirizados para serviço de suporte técnico, foram mantidos. "O suporte a quem já tem um aparelho continuará a ser feito normalmente. O que vai acontecer é que a HTC não vai mais lançar novo aparelhos no Brasil por enquanto", afirmou ao Valor uma atendente da empresa.

Procurados, representantes da HTC nos Estados Unidos não retornaram as ligações do Valor. A fabricante é a décima vendedora de smartphones no mundo, com menos de 2% do mercado, segundo a empresa de pesquisa Gartner.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.