Tamanho do texto

Falência havia sido decretada por conta de um processo movido por uma pessoa física por conta exigindo o pagamento de R$ 3 mil

Gradiente estava fora do mercado desde 2007
Nilton Fukuda/AE
Gradiente estava fora do mercado desde 2007

A IGB Eletrônica, que detém os direitos da marca Gradiente, anunciou há pouco que uma decisão judicial revogou a decretação de falência da companhia, anunciada na sexta-feira.

A falência havia sido decretada por conta de um processo movido por uma pessoa física por conta exigindo o pagamento de R$ 3 mil. Segundo comunicado arquivado hoje na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o processo foi extinto.

Na sexta-feira, quando divulgou a decretação da falência, a IGB já havia informado que o montante já havia sido pago e que espera a descontinuação do processo.

Em maio, a companhia completou a primeira etapa de um processo de reorganização societária que passou o controle que a família Staub — com pouco mais de 50% do capital social — detinha na IGB para a HAG, a Holding dos Acionistas da Gradiente.

Com a mudança, a intenção da empresa é abrir o capital da HAG na BM&FBovespa, dentro do Novo Mercado. O grupo responsável pela operação da marca será a Companhia Brasileira de Tecnologia Digital (CBTD), cuja fatia de 40% pertencerá à HAG.

Em 2007, a Gradiente teve de se retirar do mercado de eletroeletrônicos por conta de dificuldades financeiras. Com um acordo que garantiu o pagamento de R$ 400 milhões a seus credores privados, neste ano ela anunciou a volta de seus produtos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.