Tamanho do texto

No acumulado dos cinco meses do ano, foram produzidas 609,5 mil toneladas de alumínio, crescimento de 2,9% frente ao volume registrado entre janeiro e maio de 2011

A produção de alumínio primário no país alcançou 123,4 mil toneladas em maio, com alta de 3,4% ante o registrado em igual período de 2011, segundo dados divulgados há pouco pela Associação Brasileira do Alumínio (Abal).

LeiaPara Alcoa, há compromisso em atacar custo de energia no Brasil

Conforme a entidade, no acumulado dos cinco meses do ano, foram produzidas 609,5 mil toneladas de alumínio, o equivalente a crescimento de 2,9% frente ao volume registrado entre janeiro e maio de 2011. A Abal informou ainda que, em maio, a produção da Albras recuou 3,8% na comparação anual.

TambémBauxita e ferro compõem projetos estimados em US$ 9 bilhões

O volume produzido pela Alcoa recuou 3,4%, enquanto BHP Billiton e Novelis apuraram quedas, respectivamente, de 4,7% e 4,9%. Por outro lado, a Votorantim Metais viu sua produção de alumínio crescer 23,4% no mês passado, em relação a maio de 2011. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.